‘Unicórnio’ Hotmart compra empresa de logística BeUni por R$ 7 milhões

A BeUni é uma plataforma de compra, armazenamento e envio de brindes e produtos personalizados.

A empresa mineira de tecnologia Hotmart anunciou nesta terça-feira, 19, os resultados do seu desafio para startups. Ao todo, foram mais de R$ 9,2 milhões investidos. A maior fatia ficou na aquisição da BeUni, empresa de tecnologia em logística, com avaliação de mercado estimada em R$ 7 milhões. O restante dos recursos foram destinados às empresas Izzi, Biti9, Ekyte, Easymovie e Edita Fácil.

A BeUni é uma plataforma logística de compra, armazenamento e envio de brindes e produtos personalizados. Frederico Montezuma, responsável pela área de fusões e aquisições da Hotmart, diz que essa compra busca criar a oportunidade de que os criadores de conteúdo da plataforma possam vender ou enviar brindes no mesmo ambiente em que comercializam seus cursos. Questionado se não seria mais vantajoso buscar parceria com grandes empresas de entrega para esse tipo de ação, ele diz que a empresa preferiu trazer essa solução para dentro de casa para fazê-la sob medida para os seus geradores de conteúdo.

A Hotmart não abre dados de faturamento, mas diz que é lucrativa e que, ao longo de seus 10 anos de história, processou US$ 1 bilhão em volume bruto de mercadorias, com alta de 167% no indicador no ano de 2020. Os investimentos anunciados nesta terça não são os primeiros da companhia: já foram feitos 18 aportes entre aquisições totais de empresas, investimentos menores e compras de startups para adquirir o time fundador.

Dentre as demais empresas que receberam aportes nesse último desafio proposto pela Hotmart, estão a Easymovie, uma plataforma que facilita a experiência de contratação e produção de vídeos, conectando empresas a produtores de vídeos, e a Edita Fácil, que também conecta pessoas que precisam editar vídeos a editores. Juntas, as empresas receberam R$ 350 mil e decidiram fazer uma fusão e seguir como uma única empresa.

Já a Biti9, também de São Paulo, com soluções que automatizam processos administrativos com foco em aumento de produtividade e redução de custos, conquistou R$ 900 mil para investir e ampliar seu RPA (Recibo de Pagamento Autônomo). A belo-horizontina Izzi, por sua vez, recebeu R$ 300 mil. A última aportada foi a empresa de software de gestão de marketing digital eKyte, de Joinville (SC), com R$ 650 mil.

Foi feita ainda doação de R$ 50 mil para o Matraquinha, aplicativo de comunicação alternativa para ajudar crianças e adolescentes com autismo a transmitirem seus desejos e sentimentos.

A Hotmart afirma ter em valor de mercado mais de US$ 1 bilhão (valor atribuído a startups chamadas de “unicórnios”). Questionado sobre as críticas ligadas à responsabilidade da empresa em relação aos conteúdos de cursos vendidos em sua plataforma, Montezuma disse que no ano passado a Hotmart tirou uma série de conteúdos do ar e que segue retirando conteúdos que não obedecem à política da plataforma.

Matéria publicada originalmente no Terra.

Deixe um comentário